Arquivo da categoria: Dasantiga

Velhas baladas

Algumas pessoas perguntam por que eu gosto de músicas antigas. Bom, tem coisas que eu cresci ouvindo, marcaram de alguma maneira minha infância e juventude. E apesar de curtir músicas e músicos de agora, eu ainda escuto as velhas canções. … Continuar lendo

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Trilho sonoro | Deixe um comentário

Amanhã… e sempre!

Rita e Cássia, num encontro único. Rita? Cássia? Rita de Cássia, Cássia e Rita, as duas pra sempre!

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Trilho sonoro | Deixe um comentário

“democraciamente”

A gente faz tantas reportagens, encontra tanta gente diferente, nas mais diversas situações, que é difícil lembrar, tempos depois, de todas as histórias. Encontrei na rede com grande surpresa esta matéria. E foi bom reviver esse tempo, ainda mais revendo … Continuar lendo

Publicado em Colegas e amigos, Dasantiga, Um tempo, um lugar | Deixe um comentário

o caminho pra casa

é como se a gente não estivesse em casa, vendo de longe tudo o que acontece. décadas passando muito rápido diante dos olhos. o cabelo antes comprido. a barba há dias por fazer. o suor que brotava dos braços e … Continuar lendo

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Trilho sonoro | Deixe um comentário

Paiol de pólvora

Com Beto Lanza (à esq), superintendente da Fundação Cultural de Curitiba e Chico Nogueira, ator e diretor de teatro. A conversa foi sobre o Teatro Paiol, inaugurado em dezembro de 1971 por nada menos do que Vinicius e Toquinho, ao … Continuar lendo

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Um tempo, um lugar | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

samba no prato e verso de improviso

do filme Partido Alto, de Leon Hirzman. Candeia dá uma aula de partido alto.

Publicado em Dasantiga, Trilho sonoro | Deixe um comentário

O azar é sorte no paiol de pólvora…

Publicado em Dasantiga, Trilho sonoro, Um tempo, um lugar | Deixe um comentário

O Senhor dos pastéis (e o guardião da Guarda)

É como voltar ao tempo em que os cabelos eram todos longos, alguns black power, qualquer pano nos vestia e a gente só queria viver em paz, curtir e amar. A sociedade era um inimigo que se podia vencer ou, … Continuar lendo

Publicado em "Time and a word", Colegas e amigos, Dasantiga, Um tempo, um lugar | Marcado com , , , | 2 Comentários

Diga lá, meu coração

Eu falo de um certo Gonzaga. Eu lembro de um certo Luiz. Houve uma vez uma compositor e cantor nesse Brasil de meu Deus, que se chamava apenas Gonzaguinha. E das cordas daquele violão saíam acordes rudes, secos, embalados numa … Continuar lendo

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Trilho sonoro, Um tempo, um lugar | Marcado com , , | 1 Comentário

Fogo e paixão

O mineiro, um tímido que se revelava no palco um grande conquistador, partiu hoje. Wando, um dos últimos românticos, um brega assumidíssimo, notável colecionador de calcinhas (!), um brasileiro que foi motorista de caminhão, feirante e se transformou num astro … Continuar lendo

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Trilho sonoro | Deixe um comentário