mando notícias

 

IMG_20141209_110157821_HDRDesde menino, minha relação com o litoral, com o mar foi muito forte. As ondas sempre me trouxeram nova energia. O sal, a espuma, as dunas, o vento e as pegadas na areia que eu fui deixando fazem parte da minha vida e pulsam como sangue nas veias. Se eu tento me renovar, é no mar que encontro a força. Leio e releio as mensagens dos navegantes. Eu mesmo iço as velas e navego sempre que posso. Nunca em agosto, que eu me lembre. Agora parto numa viagem de volta, num roteiro que me traz o passado, onde está guardado o meu presente e quem sabe também o futuro. Em algum momento, os pés de novo na areia, oceano ora distante, mas sempre dentro de mim. Que o azul me acompanhe nesta viagem. Sejam bem vindas essas férias e até breve. No próximo porto, se puder, mando notícias.

 

Anúncios
Publicado em "Time and a word", Um tempo, um lugar | 2 Comentários

intercâmbios da alma

IMG_5216

Recebi uma visita incrível. Uma jovem de 17 anos, estudante, acaba de voltar de Portugal onde terminou o ensino médio. Inteligente, descolada, simpática, com uma energia de quem tem a vida nas mãos e muito por fazer. Conversamos um pouco na redação, depois do jornal. Ela me contou sobre a sua experiência de intercâmbio no Canadá. Sobre a sua maneira de ver o mundo, de aprender vivendo fora do país, bem longe de casa, com uma família até então desconhecida. E me disse que escreveu um livro, este aí, chamado “Intercâmbio sem medo”. Hoje, recebi o livro de presente, com uma dedicatória muito legal, escrita em meu nome e do meu filho, que também pretende fazer intercâmbio: “Que a minha experiência possa contribuir para a de vocês!” Mahayla já quis ser prefeita da sua cidade, Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Hoje quer ser jornalista, espera voltar pra Portugal pra iniciar o curso universitário lá. Mahayla trouxe luz, um pensamento criativo, um espírito radiante pra minha vida. Assim como já levou e vai levar essa vibração toda à vida de muita gente. Valeu Mahayla!

Publicado em "Time and a word", Colegas e amigos, Um tempo, um lugar, Uncategorized | 3 Comentários

O que se diz nas redes sociais

http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/curitiba/v/parana-tv-encerra-com-mensagem-de-respeito-as-diferencas/4280602/

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

namoro um computador (por almôndegas, eternos)

“O progresso engoliu a nossa paz e a teia engoliu a própria aranha” (Almôndegas, os indestrutíveis)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

mais ou menos isso, só que na voz do gênio

Publicado em Trilho sonoro, Um tempo, um lugar | Deixe um comentário

frases de ontem pra hoje

…e o corpo não agia como se o coração tivesse antes que optar entre o inseto e o inseticida…

…quero que tudo saia como um som de tim maia, sem grilos de mim, sem desespero, sem tédio, sem fim…

Caetano Veloso (Eclipse oculto)

Publicado em "Time and a word", Dasantiga, Trilho sonoro | Deixe um comentário

onde o lixo entope o mar

IMG_20141201_170754093_HDR Ontem, o Fantástico exibiu uma reportagem sobre o lixo que flutua na Baía de Guanabara, umas das mais lindas do mundo. E onde serão realizadas as competições de vela das Olimpíadas de 2016. É triste ver o esgoto e outras formas de poluição tomando conta do mar. No litoral do Paraná, em dezembro de 2014, coletei em poucos minutos todas essas porcarias e resolvi fazer esta foto na praia deserta da ilha de Superagui. Um lugar paradisíaco, quase inabitado, mas onde o mar lança à praia o que recebe do continente. Todo o tipo de embalagens plásticas, de vidro, materiais de isopor e outros derivados do petróleo, que provocam a morte prematura de peixes, aves e outros animais. Os moradores da ilha contam que tripulantes de grandes navios que passam ao largo da costa lançam ao mar garrafas, latas de óleo e de comida e até roupas. E a gente sabe que por mais inóspita, deserta e distante que seja a ilha, a sujeira, materiais que poderiam ser reciclados são jogados nas ruas das cidades, terrenos baldios. Depois, são carreados pela chuva para os rios e vão parar no mar. Triste. O lixo está na nossa conduta, na nossa falta de educação, no nosso comportamento que não demonstra nenhuma preocupação com o destino que devemos dar a tudo que já usamos e aparentemente não nos serve mais.

Publicado em "Time and a word", Meio ambiente, Meu Paraná, Um tempo | Deixe um comentário