O nosso sertão

Humberto Teixeira, o maior parceiro de Luiz Gonzaga, contou que quando eles gravaram a música Asa Branca, um amigo deles (não citou o nome) que estava no estúdio e acompanhou a gravação até o final, saiu com o chapéu na mão, pedindo esmolas, num gesto de pura provocação. Este amigo disse: “Ô Gonzagão, Ô Humberto! Vocês agora vão gravar música de cego?” A declaração foi dada num programa especial de tv gravado na década de 1970 e exibido hoje no Arquivo N, da Globo News. O programa é maravilhoso, um documento impressionante e raro do Rei do Baião, do seu parceiro de letras memoráveis, e de um cara que nem sonhava no que iria se transformar essa canção “Asa Branca”. Um hino do nordeste, da seca, da esperança, do amor e da saudade, da indignação, dos sentimentos mais genuínos do Brasil.

http://g1.globo.com/globo-news/arquivo-n/videos/t/todos-os-videos/v/arquivo-n-mostra-trajetoria-de-luiz-gonzaga-em-seu-centenario/2291465/

Anúncios
Esse post foi publicado em "Time and a word", Um tempo, um lugar e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s