O nome do inimigo

O crack é um problema de saúde pública, afirmam alguns médicos. É preciso prevenir, com educação e informação. É preciso combater com repressão, mas também com formas eficientes de tratamento, com assistência social, com apoio aos dependentes e às famílias. O que acontece é que a velocidade com que a droga se espalha e faz novos usuários é muito maior do que a capacidade que o poder público tem demonstrado para enfrentar este mal. Não dá pra fingir que o problema não existe, ou que é menos grave do que parece. Governo e sociedade precisam se unir, enquanto é tempo.

http://g1.globo.com/videos/parana/t/paranatv-2-edicao/v/consumo-de-crack-aumenta-no-parana/1853734/

 

Anúncios
Esse post foi publicado em "Time and a word", Um tempo, um lugar e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s